Ela é robusta e tem versões para todos os gostos e usos, mas o custo das peças de reposição deixa a desejar

noticia/asspbmam-5161f255aca5176a6de24db2f48387e30.jpg

Do frotista ao casal sem filhos, todos se beneficiam com a versatilidade da Fiat Strada, que se destaca das outras picapes por oferecer três opções de cabine (simples, estendida e dupla). Hoje o ideal é priorizar os modelos fabricados a partir de 2006, que se tornaram flex. A mais simples dessa safra é a Fire 1.4, simples ou estendida. Rústica, tinha só protetor de caçamba como item de série, o resto era opcional. Por isso é a indicada para frotistas ou quem busca um veículo de trabalho. A Trekking 1.4 traz direção hidráulica, tampa da caçamba removível, faróis de neblina e protetor nos para-lamas. Se precisar de mais força, há o motor Powertrain 1.8 (112/114 cv), da GM, mais um opcional na lista que inclui cabine estendida, ar-condicionado, vidros e travas elétricos, rodas de liga e som. Topo de linha, a Adventure 1.8 trazia visual off-road e cabine estendida. Mas em todas as Strada há airbags e ABS como opcional. Em 2009 a Adventure ganhou o bloqueio eletrônico de diferencial Locker, além de visual mais agressivo, suspensão mais alta, enormes pneus 205/70 R15 e ar-condicionado de série. Surgiu também a cabine dupla, para quatro pessoas, e a Working 1.4, posicionada entre a Fire e a Trekking.

 

Na linha 2011 veio a Sporting 1.8, com suspensão recalibrada, rodas aro 16, visual externo próprio e itens como direção, ar e vidros e travas elétricos. Durou pouco mais de um ano e chegou a receber o motor E.torQ 1.8 16V, que substituiu o Powertrain com potência maior (130/132 cv) e consumo menor.

Virtudes em todas as Strada são a posição de dirigir elevada, a robustez e a facilidade de manutenção. Entre os defeitos, destaque para o acabamento interno, com plásticos de baixa qualidade. O comportamento dinâmico não é unanimidade: o que o eixo traseiro rígido com molas semielípticas ganha em robustez perde em qualidade de rodagem e estabilidade. Entre os usados, ela é um cheque ao portador: é anunciar que vende logo. Sem problemas mecânicos crônicos, é unanimidade entre donos, mecânicos e lojistas. Mas atenção ao comprar peças de reposição, cujo preço varia muito nas autorizadas, que costumam dar descontos só para quem pechinchar.

 




Copyright ® 2013 - Grupo Somaza - Todos os direitos reservados

Web site desenvolvido por: Casa dos Sites.com